Notícias

Ver notícia

Nesta quarta-feira (24), a Ambiental Metrosul completa um ano da assinatura do contrato da parceria público-privada junto ao Governo Estadual, impondo à empresa alguns importantes desafios. Além dos compromissos e responsabilidades assumidas com a gestão do sistema de esgotamento sanitário em nove municípios da Região Metropolitana de Porto Alegre, a Metrosul precisou estruturar-se administrativa e operacionalmente em meio à pandemia.

Os primeiros meses de atuação foram marcados pela entrega de todos os planos operacionais, investimentos na recuperação das estações de tratamento e bombeamento de esgoto – cujos trabalhos estão 75% concluídos –, bem como o começo da prestação de serviços na região. As equipes da Ambiental Metrosul realizaram mais de 15 mil atendimentos no primeiro trimestre de operação: foram 10,9 mil novos hidrômetros instalados e outros 4,5 mil serviços de manutenção das redes de esgoto realizados. Mais de 19,6 mil visitas porta a porta foram feitas pelas equipes de adesão e, por meio do programa Afluentes, a empresa também iniciou os trabalhos de aproximação com as comunidades onde atua para entender a realidade e necessidades das regiões. No período, foram promovidos 64 encontros que envolveram associações e líderes comunitários, entidades da assistência social e meio ambiente.

Novas tecnologias, como a utilizada na vistoria dos ativos da empresa, estão sendo implantadas pela Ambiental Metrosul que trabalha, ainda, na estruturação do novo Centro de Controle Operacional – CCO, integrando os sistemas das estações de tratamento e bombeamento de esgoto. A partir de abril, dispositivos de telemetria começam a ser instalados, permitindo o monitoramento em tempo real do parque de hidrômetros.

A transferência operacional do sistema de saneamento da RMPA está sendo trabalhada desde setembro junto à Corsan e seguirá até maio próximo, quando a Metrosul assume a operação plena dos serviços. No primeiro ano de atuação, a Metrosul acompanha as obras que estão sendo realizadas pela parceira e, conforme prevê o contrato, a partir de 2022 a empresa volta seus investimentos à ampliação da rede de esgoto. O cronograma de execução está sendo elaborado, com conclusão prevista para o segundo semestre deste ano.

O bom relacionamento com a Corsan abriu as portas e permitiu que a implantação da PPP acontecesse sem percalços, destacou o Diretor-presidente da Ambiental Metrosul, Ângelo Mendes, que reforça, ainda, a sinergia entre as equipes, facilitando o avanço dos trabalhos e o cumprimento de todos os prazos previstos. “Temos um interesse comum que é oferecer à população da Grande Porto Alegre mais acesso à saúde por meio da eficiência e qualidade da prestação dos nossos serviços”, salienta.

O “NOVO NORMAL” NO DNA

Ao contrário da maioria das instituições que precisaram se reinventar em meio a pandemia, a Metrosul já nasceu fazendo parte do “novo normal”. Novos hábitos corporativos, dinâmicas e ferramentas de trabalho foram incorporados ao planejamento de implementação, e até mesmo a Sede da empresa, em Canoas, foi constituída atendendo à atual realidade: com distanciamento seguro entre as estações de trabalho, materiais de fácil higienização, ventilação e luz natural abundantes, entre outros.

A expertise dos talentos cedidos pela Aegea foi fundamental na elaboração dos procedimentos iniciais, formatação e capacitação das equipes, em todas as esferas de atuação. “Nossa estruturação só foi possível porque contamos com todo o suporte e envolvimento do Grupo que não mediu esforços em disponibilizar todos os recursos necessários – pessoal e tecnológico – desde a seleção e capacitação dos profissionais até o começo efetivo da operação”, ressalta o Diretor executivo da Ambiental Metrosul, Fábio Arruda.

As adversidades impostas pela pandemia foram superadas pelo total engajamento dos colaboradores que, gradualmente, foram sendo integrados ao projeto. A comunicação permanente entre as áreas contribuiu de forma significativa para a uniformização dos procedimentos e compartilhamento das informações. Segundo Arruda, “o senso de coletividade e de disciplina das equipes, em todas as frentes de trabalho, mesmo em um momento tão atípico, nos assegurou a eficiência organizacional necessária para seguirmos em frente.”

Já para Ângelo Mendes, “esse período tem sido um grande aprendizado e todas as barreiras impostas nos fortaleceram como instituição, sendo fundamentais para darmos continuidade aos trabalhos e seguirmos firmes no propósito de elevar os índices de saneamento básico na região. Muito mais que investir no Estado, estamos investindo na qualidade de vida das pessoas”, conclui.

 

Compartilhar:

Veja Também

Protegido: Documentos restrito Saiba mais
Protegido: Documentos restrito

Não há resumo por ser um post protegido.

Responsabilidade Social Saiba mais
Responsabilidade Social

A atuação social e ambientalmente responsável faz parte da nossa história e do nosso propósito.

Contato Saiba mais
Contato

A Ambiental Metrosul oferece um canal de comunicação eficiente. Entre em contato conosco.

Quem Somos Saiba mais
Quem Somos

A Ambiental Metrosul é responsável pelos serviços de coleta e tratamento de esgoto em nove cidades da Região Metropolitana de Porto Alegre.