Notícias

Ver notícia

A empresa promoverá, pelos próximos meses, melhorias operacionais em 12 estações elevatórias nos municípios de Cachoeirinha, Canoas, Esteio, Gravataí e Guaíba. As manutenções, que acontecem desde dezembro, com o começo da operação, serão intensificadas com intervenções mais pontuais visando aprimorar a eficiência do sistema de esgotamento sanitário da Região Metropolitana de Porto Alegre.

Esses serviços contemplam, entre outros, a substituição e modernização de válvulas e equipamentos elétricos, além da implantação, em duas elevatórias de Cachoeirinha, de conjunto de motobombas e bombas submersíveis auxiliares, garantindo o bom funcionamento dessas estruturas em caso de panes dos dispositivos existentes. A previsão é de que os trabalhos sejam concluídos até junho, quando o período de operação assistida pela Corsan já terá terminado e a Metrosul já estará atuando de forma independente.

As estações elevatórias – ou de bombeamento – são fundamentais na operacionalização do sistema de coleta de esgoto. Nelas, as águas residuais das redes de uma área mais baixa são bombeadas às estações de tratamento em níveis mais elevados.  

Entre as ações corretivas e preventivas que estão sendo realizadas nas elevatórias da RMPA estão, ainda, adequações de conexões e quadros de comando, manutenção em linhas de recalque (tubulação que encaminha o esgoto da elevatória até a ETE), além da implantação de 14 novas bombas.  

“São medidas importantes que nos garantem não somente o bom funcionamento dessas estruturas, mas a possibilidade de aprimorarmos, já nesses primeiros meses de atuação, a operação do sistema de esgotamento sanitário como um todo”, ressalta o Diretor de Operações da Ambiental Metrosul, Fábio Arruda. Já o Gestor de Operações, Fernando Rettore, destaca a atuação das equipes de campo que “rotineiramente realizam a manutenção preventiva das redes por meio de limpeza e desobstruções de tubulações, contribuindo ainda mais com a eficiências do processo”. Ele explica, ainda, que os trabalhos de recuperação e readequação das estruturas, sistemas, etc, serão constantes ao longo desse primeiro ano. 

Em dois meses de operação assistida, a Ambiental Metrosul já promoveu melhorias estruturais e operacionais em aproximadamente 50% de suas estações de tratamento e bombeamento de esgoto na Região Metropolitana de Porto Alegre.

Compartilhar:

Veja Também

Politica de Inv. Social Privado Saiba mais
Politica de Inv. Social Privado

Uma concessão é muito mais que um acordo com o poder público, é um compromisso com o lugar e com sua gente.

Contato Saiba mais
Contato

A Ambiental Metrosul oferece um canal de comunicação eficiente. Entre em contato conosco.

Quem Somos Saiba mais
Quem Somos

A Ambiental Metrosul é responsável pelos serviços de coleta e tratamento de esgoto em nove cidades da Região Metropolitana de Porto Alegre.

Responsabilidade Social Saiba mais
Responsabilidade Social

A atuação social e ambientalmente responsável faz parte da nossa história e do nosso propósito.