Notícias

Ver notícia

Publicação, que encerra projeto educacional voltado à escrita de cartas, conta com trabalhos de 92 estudantes de 4º e 5º anos de 14 instituições de ensino

Cada município recebeu, gratuitamente, 270 exemplares que foram distribuídos entre os alunos autores dos textos e ilustrações, bibliotecas das escolas que aderiram ao projeto, secretarias de educação e os educadores/orientadores. Em Canoas, a entrega da OBRA aos 52 estudantes selecionados foi marcada por sessões de autógrafos durante a I Semana de Arte, Literatura e Pesquisa da Escola de Formação. Em Esteio, os 40 alunos que tiveram trabalhos retratados no livro também já receberam seu exemplar.

As produções literárias infantis fazem parte das seletivas do projeto que percorreu, neste ano, dez cidades brasileiras e 200 instituições da rede pública de ensino com a missão de desenvolver as habilidades de leitura, escrita e ilustração. Com o apoio da Ambiental Metrosul, o projeto Respeito às Diferenças mobilizou, em Canoas e Esteio, 780 alunos de 14 escolas municipais (sete de cada cidade), sendo produzidos, no total, 70 trabalhos. As melhores produções de cada instituição foram avaliadas por comissão que definiu os trabalhos para integrar o livro homônimo ao projeto.

Por meio da elaboração de cartas e ilustrações sobre o tema respeito à diversidade, e seguindo as competências definidas pela Base Nacional Comum Curricular (BNCC), as crianças debateram, em sala de aula, a aceitação, o bulliyng, o racismo e outras tantas questões da vida em sociedade. No país foram 7,2 mil alunos do Ensino Fundamental I impactados e distribuídos mais de 2,7 mil exemplares do livro “Respeito às Diferenças”.  No site do projeto também é possível acessar gratuitamente o PDF da publicação, bem como a narração dos trabalhos feita pelos próprios alunos: https://respeitoasdiferencas.com.br/resultados.

Mateus Alves, da área de Responsabilidade Social da Ambiental Metrosul, comenta que o mais legal do projeto foi ver as crianças trabalhando, em sala de aula, habilidades tão diversas, e empenhados no resgate da escrita de cartas, gênero esquecido atualmente. “As produções ficaram fantásticas e refletem a forma como elas enxergam a temática do respeito às diferenças no cotidiano. E claro, ver suas histórias e ilustrações publicadas fez com que se sentissem verdadeiros escritores”, destaca. Em Canoas e Esteio, o projeto Respeito às Diferenças teve, ainda, o envolvimento direto das secretarias municipais de educação desde a organização das oficinas de capacitação dos educadores até a distribuição do livro, marcando o encerramento desta edição do projeto.

Escolas participantes em Canoas: General Osório, Irmão Pedro, João Palma da Silva, Rondônia, Professor Ruy Cirne e Lima, Arthur Oscar Jochins e Governador Leonel de Moura Brizola. Em Esteio, as escolas contempladas foram Flores da Cunha, Ezequiel Nunes Filho, Camilo Alves, Vila Olímpica, Alberto Pasqualini, Maria Cordélia Simon Marques e Eva Karnal Johann.

O projeto Respeito às Diferenças é uma realização da Flamingo Comunicação e da Lei Federal de Incentivo à Cultura, com o patrocínio do Instituto Aegea.

Compartilhar:

Veja Também

Quem Somos Saiba mais
Quem Somos

A Ambiental Metrosul é responsável pelos serviços de coleta e tratamento de esgoto em nove cidades da Região Metropolitana de Porto Alegre.

Protegido: Documentos restrito Saiba mais
Protegido: Documentos restrito

Não há resumo por ser um post protegido.

Revista Aegea Saiba mais
Revista Aegea

Faça o download da Revista Aegea e fique por dentro das novidades que acontecem na empresa.

Contato Saiba mais
Contato

A Ambiental Metrosul oferece um canal de comunicação eficiente. Entre em contato conosco.